fbpx

Câmara de Vereadores volta a atender em expediente externo

A partir desta quinta-feira, dia 7 de outubro, o Poder Legislativo voltou ao atendimento em regime de expediente externo, sem restrições ao público. A decisão foi tomada pelo presidente da Câmara, vereador Luiz Carlos Kramer na tarde de quarta-feira (6).

Pede-se à população que, mesmo não havendo restrições na visitação, respeite as orientações sanitárias para evitar a disseminação da Covid-19, com o uso de máscara, mãos higienizadas e distanciamento.

A identificação de surto de Covid-19 no Poder Legislativo ocorreu no dia 10 de setembro, uma sexta-feira. Na segunda-feira seguinte, dia 13, a Câmara foi notificada pela Secretaria da Saúde e pelo COE para que suspendesse as atividades pelo período de 14 dias. Após o cumprimento, a Câmara retornou ainda no dia 27.

Desde então, o Poder Legislativo passou a funcionar em regime de expediente interno, em atendimento às determinações da Resolução e Mesa 10/2021. Ou seja, desde o dia 27 a equipe do Legislativo está trabalhando normalmente, porém, o que mudou neste período foi a restrição às visitações, que foram agendadas. Agora, não há mais restrições.

Ainda, no dia 1º, o presidente Luiz Carlos Kramer reassumiu ao cargo no Legislativo, após estar hospitalizado por 17 dias para tratamento de Covid-19. Na oportunidade, o presidente solicitou que uma sessão fosse realizada de maneira virtual para que pudesse concluir o ciclo de medicação.

Com isso, a sessão da última semana aconteceu de forma virtual, através do aplicativo de mensagens WhatsApp. Em razão da queda nos serviços da empresa Facebook que ocorreu em metade dos países do mundo na última segunda-feira (4), a sessão foi transferida e aconteceu na terça-feira (5). A partir de agora, as próximas sessões devem ser presenciais.

Em relação ao surto de Covid-19 na Câmara, no total, nove pessoas entre funcionários e vereadores foram contaminadas. Todos estão recuperados ou em recuperação. Além disso, pessoas próximas e familiares também positivaram para o coronavírus e, destas, duas seguem internadas em Passo Fundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: