fbpx

Em Madri, Governo do RS e OEI assinam memorando para Museu Escola do Futuro

O primeiro dia de compromissos oficiais da missão governamental à Europa terminou com a assinatura de um memorando entre o governo do Rio Grande do Sul e a Organização dos Estados Iberoamericanos (OEI) para viabilizar o Museu da Escola do Futuro, que será desenvolvido no prédio do Instituto de Educação Flores da Cunha, que está em reforma atualmente em Porto Alegre. A assinatura aconteceu no final da tarde desta segunda-feira, na sede da OEI, em Madri. O conceito, segundo o governador, é ter um espaço multidisciplinar, que possa servir tanto para a formação de futuros professores, como para o desenvolvimento de práticas educacionais. “Essa parceria vai viabilizar um direcionamento para um dos prédios icônicos da Capital”, pontuou. 

Ele citou as transformações trazidas para as tecnologias, como exemplo as ferramentas que estão em desenvolvimento pela empresa Telefónica, a qual o governador visitou à tarde, e que prometem revolucionar ainda mais o mercado de trabalho e a educação. “Quando pudemos ver como a tecnologia rompe com a forma como as pessoas trabalham, com os trabalhos propriamente ditos”, pontuou ele, citando as inovações que serão possíveis com a implementação da tecnologia 5G. A parceria também vai auxiliar em um desafio de curto prazo, que é a busca ativa de estudantes que deixaram as escolas durante a pandemia. É um passo importante para a recuperação destes alunos, disse Leite.

Considerada uma das maiores feiras de inovação e tecnologia, a abertura da South Summer será o destaque da agenda da comitiva em Madri nesta terça-feira. A presença na abertura faz parte do movimento para conseguir confirmar a realização da edição 2022 em Porto Alegre. As tratativas já vêm ocorrendo há algum tempo e poderão ser consolidadas com o anúncio amanhã. Segundo Melo, caso se confirme, será muito importante para o ambiente de negócios da Capital. Para Leite, essa seria a “cereja do bolo” na estratégia de colocar o Rio Grande do Sul como centro da inovação para o país e o mundo. Caso se confirme, será a primeira edição fora da Europa.

Melo quer atrair novo call center

Na primeira reunião oficial da comitiva, o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), apresentou proposta de redução do ISS para que o banco Santander ampliasse as operações de call center na Capital. A indicação inicial seria reduzir o ISS de 2,5% para 2% e diminuir a base de cálculo. O banco, porém, já tem duas unidades no Estado que prestam esses serviços. Um dos locais, inclusive, foi inaugurado recentemente em Novo Hamburgo, e o outro fica em Campo Bom.

Ao ser questionado se estaria tentando captar investimentos de outras cidades, Melo disse não “querer tirar nada de ninguém”. “Mas não poderia perder a oportunidade”, comentou, após o encontro com o CEO global do banco, José Antonio Alvarez. Ainda em Madri, o prefeito participou de encontro na Agência Espanhola de Cooperação para o Desenvolvimento, em busca de recursos para o projeto de revitalização do 4º Distrito, com empréstimos que variam de 15 a 100 milhões de euros.

Venda da Corsan deve ocorrer em fevereiro

As privatizações e concessões articuladas pelo governo do Estado também ganharam destaque. A um grupo de empresários espanhóis, em Madri, o governador Eduardo Leite (PSDB) destacou os processos que estão em andamento no Rio Grande do Sul, como é o caso da Corsan. Sobre a Companhia de Saneamento do Estado, disse esperar que, em fevereiro de 2022, ocorra a venda de ações da companhia na Bolsa de Valores. 

Inicialmente, o Executivo tinha expectativa de concretizar a venda ainda em outubro. Porém, a discussão na Assembleia Legislativa, que autorizou a venda das ações da companhia, ocorreu só no início de setembro. A proposta inicialmente apresentada pelo Executivo é vender 70% das ações. Apesar de perder o controle acionário, a expectativa é de que o governo se mantenha na posição de majoritário. Segundo o chefe da Casa Civil, Artur Lemos, que integra a comitiva internacional, a companhia está preparando os editais e conversando com os bancos. Após, os documentos serão aportados no Tribunal de Contas do Estado (TCE), o que deve ocorrer até novembro. E, depois, em fevereiro a venda das ações. “Fevereiro é a primeira janela do mercado de capital na Bolsa de Valores para fazer o IPO e a venda da companhia”, detalhou.

Ofertas

O anúncio do governador foi feito quando ele apresentava, na Câmara de Comércio Brasil-Espanha, os potenciais atrativos do Estado. Em uma fala de 10 minutos, o governador relembrou a participação de uma empresa espanhola numas das privatizações mais simbólicas do Estado, que foi da CRT, nos anos 90, que foi comprada pela Telefónica. No encontro, empresários demonstraram interesse pela privatização na área do saneamento, assim como de infraestrutura, uma vez que são áreas em que há empresas com tradição. O Executivo pretende lançar ainda neste ano um dos três lotes de rodovias que estão em análise para concessão. O lote com as negociações mais avançadas é o 3, que envolve trechos da RS-287, RS-122 e RS-446. Inclusive, uma das empresas presentes, a Sacyr, que venceu a licitação, neste ano, da RS-287, manifestou interesse em participar das próximas concorrências. 

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: