fbpx

Grêmio está próximo de negociar Vanderson com clube da Inglaterra

Se nas temporadas recentes o Grêmio sempre vendeu ao menos um jogador para manter sua saúde financeira, agora essa necessidade se faz ainda mais presente. Negociar algum atleta neste final de ano é primordial para ter dinheiro em caixa e montar uma equipe competitiva na Série B. O lateral-direito Vanderson, que em 2018 chegou do Rio Branco-SP para as categorias de base gremista, pode ser vendido nos próximos dias. Assim como todo do time, ele teve altos e baixos durante um ano bastante complicado, mas mostrou potencial – principalmente no primeiro semestre – e despertou interesse de clubes europeus. O Brentford, da Inglaterra, deve ser o destino de Vanderson a partir de janeiro.

O Grêmio detém 70% dos direitos econômicos do lateral e a negociação com os ingleses alcançaria os 11 milhões de euros (cerca de R$ 69 milhões). Além disso, o valor pode subir dependendo do desempenho do jogador na Premier League. O Brentford atualmente é o 10º colocado na competição. A equipe inglesa já havia feito uma proposta na janela de transferências, em agosto, mas o Grêmio resistiu ao assédio na época.

Outras saídas de jogadores vão acontecer, mas por outros motivos. Jean Pyerre tem uma situação encaminhada para jogar no Alavés, da Espanha, por empréstimo. Paulo Miranda e Éverton Cardoso, que têm contrato até dezembro de 2022, não estão nos planos e o Grêmio espera conseguir emprestá-los. Caso não haja interessados, a rescisão contratual é o caminho. Luiz Fernando, Cortez, Léo Pereira, Rafinha e Diego Souza têm contrato encerrando este mês. Os três primeiros não ficam no Grêmio. Os outros dois dependem de negociações com a diretoria, mas são considerados jogadores caros e teriam que se adaptar à nova realidade financeira. O centroavante Diego Souza é quem tem maiores possibilidades de permanecer.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: