fbpx

Inter quer ter grupo novo até 11 de janeiro

O Inter não tem dinheiro para realizar muitas contratações, mas promete reformular o grupo em até um mês. O projeto é ter uma base formada já na reapresentação dos jogadores após as férias, no dia 11 de janeiro. O primeiro passo é definir a saída de Diego Aguirre e de sua comissão técnica, que devem assumir o comando da seleção uruguaia, ainda em busca de uma vaga na Copa do Mundo do Catar.

O técnico do Inter é esperado em Montevidéu hoje para conversar com os dirigentes da Associação de Futebol do Uruguai. A tendência é que seja o escolhido e aceite o convite para treinar a seleção do seu país. Neste caso, o Inter ficará desobrigado a pagar a multa rescisória. Quando chegou, Diego Aguirre assinou até o final de 2022, mas antes mesmo de surgir a possibilidade de ele ir treinar o Uruguai, os dirigentes colorados já haviam se definido pela saída do profissional após o Brasileirão. De qualquer forma, uma definição sobre Diego Aguirre deve ser divulgada pelo Inter até quarta-feira, no máximo.

Em entrevista ao podcast Dus 2, dos jornalistas Cristiano Silva e Geison Lisboa, o presidente Alessandro Barcellos confirmou as mudanças e disse que a intenção é ter um grupo com um perfil diferente já a partir do Gauchão. “A torcida pode ter certeza que estamos vendo o mesmo que eles e até um pouco mais, pois temos informações sobre tudo que acontece no clube. Então, vamos reforçar o grupo, alterando um pouco o perfil do time”, reconheceu o dirigente. Ele evitou comentar o desempenho dos jogadores individualmente, mas confirmou que vários deles deixarão o clube. 

O primeiro deles é Marcelo Lomba, que está acertando a sua transferência para o Palmeiras. Como o seu contrato está no final, sairá de graça do Inter. “Vamos fazer as avaliações internamente, mas as atitudes serão divulgadas. É importante salientar que todos os jogadores que estão no grupo custaram algo para o clube. Então, não podemos liberá-los a preço de banana. Não podemos depreciar os nossos ativos. Precisamos ter criatividade para fazer negócios que levem a um crescimento técnico do time”, disse Barcellos.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: