fbpx

Brasil vence o Chile por 1 a 0 e segue 100% nas Eliminatórias da Copa do Mundo

No Estádio Monumental, em Santiago (Chile), o Brasil venceu, na noite dessa quinta-feira (2), o Chile por 1 a 0 em partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar. O único gol da partida foi marcado por Everton Ribeiro no segundo tempo. Com 21 pontos, a Seleção Brasileira, comandada por Tite, segue na liderança com 100% de aproveitamento: são 7 vitórias em 7 jogos.

Esse confronto abriu a Data FIFA para a Seleção, que ainda tem pela frente a Argentina, às 16h deste domingo (4), e o Peru, na quinta (9) a partir das 21h30.

Esse foi o primeiro jogo da Amarelinha após a conquista da Copa América, sobre o mesmo Chile. Na ocasião, assim como nessa quinta, os brasileiros venceram por 1 a 0, com gol de Lucas Paquetá.

Jogo

O primeiro tempo foi muito travado em Santiago. O Chile teve a posse de bola, tentando construir com passes curtos, enquanto o Brasil ficou postado e buscando recuperar a bola para acelerar em contra-ataque. Na primeira boa ocasião, Gabigol conduziu pela direita e rolou para Neymar na entrada da área, e o camisa 10 finalizou muito acima do travessão.

O Chile respondeu e colocou Weverton para trabalhar. Vidal cobrou falta com força, e o goleiro do Palmeiras espalmou para o meio da área. No rebote, Vargas cabeceou, e Weverton defendeu novamente. Em seguida, Morales balançou as redes para o Chile, mas o impedimento foi marcado na origem da jogada, anulando o gol.

Na última chance da etapa inicial, a Seleção Brasileira saiu em novo contra-ataque, dessa vez com Vinicius Jr. conduzindo. Casemiro recebeu pela direita e finalizou para defesa tranquila de Bravo.

Para a etapa final, Tite promoveu duas substituições. Gerson e Everton Ribeiro entraram nos lugares de Bruno Guimarães e Vinicius Jr. Além das mudanças, a Seleção voltou com uma postura mais ofensiva, marcando os chilenos mais em cima e tendo mais a bola.

Aos 18 minutos, o Brasil conseguiu abrir o placar em Santiago. Danilo carregou a bola por dentro e acionou Everton Ribeiro, que deixou Neymar na cara do gol. O craque desperdiçou, mas o meia do Flamengo mostrou oportunismo no rebote e mandou para o fundo da rede.

Por mais que não tenha criado oportunidades para ampliar o placar, o Brasil mostrou-se seguro até o final do jogo, marcando com eficiência, sem sofrer sustos.

Ficha técnica

— Chile: Bravo, Maripán, Medel, Paulo Díaz (Palacios), Isla, Vidal, Pulgar, Charles Aránguiz (Valdés), Mena, Vargas e Morales (Jiménez). Técnico: Martín Lasarte.

— Brasil: Weverton, Danilo, Éder Militão, Marquinhos, Alex Sandro, Casemiro, Bruno Guimarães (Gerson), Lucas Paquetá, Neymar, Vini Jr. (Everton Ribeiro) e Gabigol (Matheus Cunha). Técnico: Tite.

— Arbitragem: Diego Haro (PER), auxiliado por Jonny Bossio (PER) e Jesus Sanchez (PER). Quarto árbitro:Augusto Menendez (PER) e VAR (árbitro de vídeo): Victor H. Carrillo (PER).

Fonte: O Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: