fbpx

Coasa recebe equipamento para monitoramento de ferrugem asiática

para controle da ferrugem asiática. O equipamento, faz parte de um projeto de monitoramento coordenado pela Rede Técnica de Cooperativas – RTC, em parceria com a Basf.

O equipamento tem como objetivo auxiliar no monitoramento e levar ao produtor melhor controle e redução de danos sucedidos pela doença. “É uma estratégia importante para o manejo da ferrugem da soja levando ao produtor objetividade e economia” afirmou o coordenador Deividi Poli.

A dificuldade para a identificação dos primeiros sintomas da ferrugem asiática da soja requer experiência técnica e a detecção da presença do fungo na lavoura nos primeiros sintomas. Para o gerente comercial João Fernando Tibola o monitoramento é essencial para auxiliar na tomada de decisão assertiva para controle da doença “A detecção de esporos na lavoura antes do estabelecimento da doença torna o controle mais assertivo, evitando aplicações de fungicida precocemente em relação a ocorrência da ferrugem”, disse Tibola.

A Coasa é uma das 14 cooperativas ligadas à RTC, realizando acompanhamento da disseminação da ferrugem no estado do Rio Grande do Sul.

Fonte: Assessoria de Imprensa Coasa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: