fbpx

Com sintomas gripais, Taison segue dúvida do Inter para partida contra Chapecoense

Afastado dos treinos e da viagem para Fortaleza desde que apresentou fortes sintomas gripais, Taison ainda não tem presença assegurada na partida contra a Chapecoense, às 11h de domingo. O jogador submeteu-se a exames, que não confirmaram Covid-19. Ele segue sendo observado pelo departamento médico e deve fazer mais um teste nesta quinta, e, em caso de novo negativo, pode ser liberado.

A presença de Taison é considerada por Diego Aguirre como fundamental para o time reencontrar as melhores atuações. O técnico admitiu que o time não foi tão bem contra o Ceará, mas, em sua entrevista, lembrou os vários desfalques do time, entre os quais Taison, ressaltou a qualidade do time adversário e as dificuldades de se jogar na Arena Castelão. 

“Tem jogadores que são difíceis de substituir. Nosso melhor jogador, que é o Edenilson, não estava. Taison, que tem muita qualidade para jogar, também não. Eles são os principais jogadores do time. Quando se perde jogadores assim, além de Palacios e Guerrero, fica difícil de acertar. São muitas trocas”, disse o técnico, que continua: “Viemos de um grande jogo, talvez nossa melhor partida, contra o Atlético-MG, quando perdemos, mas eu faço questão de valorizar a atuação. Tem coisas que são difíceis de mudar. O Taison nos dá muita qualidade para jogar”, comentou.  

A presença de Taison ainda é incerta e, de certa forma, até improvável, mas Aguirre contará com um reforço importante para a zaga. Victor Cuesta, que cumpriu suspensão contra o Ceará volta. Com isso, Gabriel Mercado retorna para o banco de reservas. Boschilia, também fora da partida no Castelão, mas por um problema muscular, pode ficar à disposição. Ele será novamente avaliado pelos médicos.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: