fbpx

Cruzeiro paga dívida com Al Wahda, que poderia causar rebaixamento à Série C

O Cruzeiro anunciou nesta sexta-feira (20), o pagamento da dívida com o Al Wahda, dos Emirados Árabes, referente ao empréstimo do volante Denílson, em 2016. O clube não divulgou os valores da transação, mas a dívida era de 850 mil euros (cerca de R$ 8 milhões na cotação atual).

O não pagamento ao clube árabe poderia render uma nova punição ao Cruzeiro, que dessa vez seria o rebaixamento para a Série C do Brasileirão. O dinheiro para quitação da dívida foi obtido por meio da venda do imóvel Campestre II, avaliado entre R$13 e R$14 milhões.

Por não ter pagado os 850 mil euros até o dia 19 de maio de 2020, prazo inicial estipulado pela Fifa, o Cruzeiro já havia punido pela entidade com a perda de seis pontos na Série B do ano passado.

MAIS DÍVIDAS FORAM PAGAS – Com o valor da venda do Campestre II, o Cruzeiro também pagou cerca de R$ 2 milhões por uma dívida com o ex-atacante Soares. Além disso, o clube repassou aproximadamente R$ 3 milhões para a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, antecipando parcelas da Transação Tributária que o Cruzeiro acertou no final de 2020.

Fonte: Itatiaia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: