fbpx

Cruzeiro quer Mattos como nome forte do futebol; filho de Pedro Lourenço não assumirá cargo

Os bastidores do Cruzeiro seguem agitados. A diretoria celeste estuda um novo profissional para assumir o futebol do clube. Na noite dessa segunda-feira (4), Rodrigo Pastana foi demitido do cargo de diretor de futebol, após insatisfação pública manifestada pelo empresário Pedro Lourenço, dono do Supermercados BH e principal investidor da Raposa. 

Alexandre Mattos, com passagem pela Toca da Raposa entre 2012 e 2015, quando foi bicampeão Brasileiro, é um nome de consenso. Pedro Lourenço confia em Mattos, que comandaria o planejamento para a próxima temporada e teria autonomia para montar o elenco de 2022, além de contar com o apoio do mecenas celeste.

Mattos está nos Estados Unidos, onde faz cursos. Mas, pelo que apurou a reportagem da Itatiaia, isso não seria um empecilho para a volta ao Cruzeiro. A decisão está nas mãos do dirigente. 

Filho de Pedro Lourenço recusa convite

Conforme adiantado pelo repórter Samuel Venâncio, da Rádio Itatiaia, o filho do empresário, Pedro Júnior, era cotado para assumir como vice-presidente de futebol do clube. Ele, no entanto, recusou o convite, segundo informação obtida pelo repórter Thiago Reis. 

O último vice-presidente de futebol do Cruzeiro foi Itair Machado, que ocupou a cadeira entre 2018 e 2019 na administração de Wagner Pires de Sá.

Fonte: Itatiaia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: