fbpx

Escalda-pés: como inserir essa prática na rotina de autocuidado

Seja para aquecer nos dias frios ou para manter a rotina de autocuidado em dia, o escalda-pés tem se tornado um ritual cada vez mais frequente. Para desfrutar do melhor desse momento, a dermatologista Fernanda Porphirio, da Clínica Vanité, orienta o passo a passo.

“Essa é uma técnica muito antiga de relaxamento e diminui o edema de pés e pernas, aliviando o estresse. Como os pés também são uma região muito vascularizada, também pode ajudar a aliviar alguns tipo de dores e até sintomas da TPM”, esclarece Fernanda.

A dermatologista também pontua que, ao aquecer essa extremidade que tem muitas terminações nervosas, o sangue também é aquecido e circula mais quente para o resto do organismo.

O acréscimo de outros itens pode potencializar os efeitos de bem-estar dessa técnica. “Pode-se acrescentar, por exemplo, o sal grosso, que ajuda a drenar o excesso de líquido e diminuir o inchaço, e óleos essenciais como de lavanda, capim-limão e camomila, que têm uma ação relaxante, inclusive ajudando no sono”, ensina ela.

E se o seu intuito vai além do relaxamento, Fernanda frisa os ativos estimulantes que podem ser associados: canela, cravo e arruda, para ativar a circulação. 

Fonte: R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: