fbpx

Estátua de Pedro Álvares Cabral é incendiada em protesto, no Rio de Janeiro

A estátua em homenagem a Pedro Álvares Cabral, localizado no Largo da Glória, na Zona Sul do Rio de Janeiro, foi incendiada na madrugada dessa terça-feira (24). Segundo a Secretaria Municipal de Conservação, um boletim de ocorrência foi registrado.

Imagens que circularam nas redes sociais mostram monumento Descobrimento do Brasil em chamas. No local foram espalhados diversos cartazes com a frase “Marco Temporal é genocídio. PL490 não”. A Polícia Civil vai investigar o caso e deve usar imagens de câmeras de segurança para identificar possíveis autores.

O protesto foi reivindicado por um perfil chamado “urucumirim”, que afirmou que o ato é contra o Marco Temporal, que deve ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a partir desta quarta-feira (25). A ação defende que povos indígenas só podem reivindicar terras onde já estavam no dia 5 de outubro de 1988, no dia que a Constituição do Brasil entrou em vigor. 

A estátua foi inaugurada em 13 de maio de 1990 para comemorar o quarto centenário da chegada de Cabral. A obra é de autoria do artista Rodolfo Bernardelli e traz sobre um pedestal de granito as figuras em bronze de Pedro Álvares Cabral, tendo atrás Pero Vaz de Caminha e Frei Henrique Soares de Coimbra e foi fundida na oficina Thiebaut, em Paris.

Fonte: Itatiaia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: