fbpx

Imagem de buraco negro supermassivo no centro da Via Láctea é registrada pela primeira vez

Astrônomos divulgaram nesta quinta-feira, na Alemanha, a imagem do buraco negro – Sagitário A* – no centro da Via Láctea pela primeira vez. A figura foi apresentada em coletivas simultâneas em todo o mundo, o que inclui o Observatório Europeu do Sul, localizado em solo alemão. 

De acordo com os especialistas, a imagem forneceu evidências importantes de que o objeto é realmente um buraco negro e pistas de como funciona. A crença é de que existam no Centro da maioria das galáxias. Conforme o Observatório, a imagem foi criada por uma equipe internacional de pesquisadores, chamada de Colaboração Event Horizon Telescope (EHT). O grupo conseguiu a figura a partir de observações obtidas por uma rede mundial de radiotelescópios. 

A imagem é similar a do gigantesco buraco negro da galáxia distante M87, muito maior que a nossa, e que o EHT divulgou em 2019. Segundo o Observatório, o gás brilhante no entorno do buraco negro é inconfundível e tem o formato de anel. Na avaliação dos astrônomos, o buraco negro é quatro milhões de vezes mais massivo que o sol.

O cientista do projeto EHT Geoffrey Bower comentou que a imagem concorda com as previsões de Albert Einstein. “Ficamos surpresos ao ver como o tamanho do anel que observamos está tão de acordo com as previsões da Teoria da Relatividade Geral de Einstein”, disse ele, que atua no Instituto de Astronomia e Astrofísica da Academia Sínica, em Taipei. “Estas observações sem precedentes aumentaram o nosso conhecimento do que acontece mesmo no centro da nossa Galáxia e nos dão novas pistas sobre como é que estes buracos negros gigantes interagem com o meio que os rodeia.” 

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: