fbpx

Ministério Público e Polícia Federal realizam operação para investigar venda de sentenças no Tribunal de Justiça do RS

O MPF (Ministério Público Federal) e a PF (Polícia Federal) cumpriram, na manhã desta quinta-feira (30), mandados de busca e apreensão, em Porto Alegre e Venâncio Aires, para apurar corrupção e venda de decisões judiciais envolvendo integrantes do TJ-RS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul).

Três investigados foram alvos da ação, autorizada pela ministra Laurita Vaz, do STJ (Superior Tribunal de Justiça). Houve buscas na casa e no gabinete de um desembargador. O caso tramita em segredo de Justiça.

De acordo com o MPF, “os indícios de prova a respeito do comércio de decisões do TJ-RS são consistentes e diversificados, apresentando conexão com investigações da Operação Barbeiro, que tramitou na 3ª Vara Criminal da Comarca de Venâncio Aires”.

As evidências são oriundas de “fontes independentes que convergem para a prática de condutas criminosas, especialmente do grande volume de transações financeiras suspeitas pelos investigados no período sindicado, cuja origem pode ser a negociação de decisões judiciais”, afirmou o órgão.

Fonte: O Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: