fbpx

No reencontro com a torcida na Arena, Grêmio encara Sport mirando “fuga” do Z4

A espera acabou. Depois de 570 dias longe da Arena, o torcedor gremista poderá voltar a acompanhar o time de forma presencial. O domingo terá um gosto diferente. O estádio não estará mais em silêncio e o reencontro tem hora marcada. A partir das 20h30min, o Tricolor enfrenta o Sport, e uma vitória tira a equipe de Luiz Felipe Scolari da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. 

A conexão time-torcida se faz necessária nesse momento delicado que o clube atravessa dentro de campo. “Vai ser fantástico reencontrar a torcida”, diz Douglas Costa, que desde a sua volta ao Grêmio não jogou com presença de público. Em vídeo divulgado pelo Grêmio nas redes sociais, o técnico Felipão se dirigiu à torcida: “Eu peço que joguem conosco. Estamos com dificuldades, sim, e precisamos do apoio de vocês. É importante darmos esse primeiro passo juntos, em todos os sentidos. Venham nos ajudar, venham com o espírito bastante elevado para fazer com que a equipe sinta a vibração e dê o retorno necessário. Por favor, eu preciso de vocês”.

Na quinta-feira, o governo do Estado autorizou o aumento da capacidade dos estádios no Rio Grande do Sul. O Grêmio poderá ter 17 mil torcedores na Arena. Todos precisam apresentar o certificado nacional de vacinação contra a Covid-19. Além disso, um rígido protocolo sanitário terá de ser seguido. “Usem máscara, respeitem o distanciamento, vamos ter os cuidados necessários para darmos o exemplo”, continuou Felipão.

O Grêmio terá neste domingo a terceira chance de sair do Z-4. Nas outras duas, contra Corinthians e Athletico Paranaense, o time falhou. A hora é agora. O adversário vive uma crise dentro e fora do campo, é o vice-lanterna do campeonato, não vence e não marca gols há oito jogos. Ou seja, a oportunidade perfeita se apresenta na Arena. 

O time deverá ter apenas uma novidade. Felipão vai abrir mão dos três volantes para escalar Douglas Costa desde o início. Lucas Silva deve ser o escolhido para sair da equipe. A dúvida é quanto ao aproveitamento de Douglas centralizado no meio-campo ou como extrema pela direita, com Alisson atuando na criação. 

“A torcida vai nos ajudar, o Grêmio é movido pela sua torcida. Eu espero que a gente saia vitorioso porque estamos trabalhando direito”, destaca Douglas Costa. Contra o Athletico, na rodada passada, ele deu sua primeira assistência desde o retorno, apesar da derrota por 4 a 2. A expectativa é que o atacante recupere o futebol que o fez ter sucesso na Europa e ajude o Grêmio a sair do Z-4.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: