fbpx
GeralSaúde

Rio Grande do Sul espera receber primeiro lote de vacinas para crianças em 14 de janeiro

O Rio Grande do Sul espera receber o primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 destinadas a crianças de cinco a 11 anos no dia 14 de janeiro. Conforme a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde (SES), o processo de distribuição dos imunizantes deverá ocorrer em 17 de janeiro. Ainda nesta quinta-feira, uma reunião com o grupo técnico da área será realizada para ajustar a operacionalização. A partir disso, o plano deverá ser apresentado pelo governo do Estado no começo da próxima semana.

A previsão do Ministério da Saúde é de que o primeiro lote da Pfizer seja composto por 1.248.00 doses, que deverão ser distribuídas em seguida para todos os estados. De acordo com a SES, mais de 968 mil crianças formam o público entre cinco e 11 anos no Estado. 

As equipes técnicas que definirão os detalhes da nova etapa da campanha de vacinação ainda precisarão discutir os locais em que a imunização vai ocorrer. De acordo com a recomendação da Anvisa, as aplicações no público infantil deverão seguir uma série de critérios, como a criação de salas específicas para a iniciativa.

Consultada pela reportagem, a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre (SMS) afirmou que aguarda a chegada das vacinas para definir o seu calendário de vacinação do público infantil. A Capital tem 120 mil crianças na faixa etária entre cinco e 11 anos. 

Após a realização da consulta pública, o Ministério da Saúde definiu que a vacinação de crianças deverá começar na próxima semana. A Pasta decidiu ainda não exigir a apresentação de prescrição médica para realizar a imunização. O intervalo entre as duas doses será de oito semanas. 

Rio e São Paulo

A prefeitura do Rio de Janeiro divulgou nesta quinta-feira o calendário de vacinação do público infantil. A campanha foi agendada para começar no dia 17 de janeiro e será encerrada em 9 de fevereiro. A secretaria municipal de Saúde local dividiu a vacinação por gênero e cada faixa etária será atendida por dois dias, além de uma terceira ocasião para repescagem. As crianças de 11 anos serão as primeiras a receberem as doses e depois as mais novas até finalizar com as de cinco. 

Já o governo do São Paulo afirmou que teria condições de vacinar 250 mil crianças por dia, já que tem um público total de 4,3 milhões com idades entre cinco e 11 anos. A administração estadual relatou que tem 5,2 mil postos de imunização e que usará escolas estaduais como pontos de aplicação da vacina contra a Covid-19. 

Fonte: Correio do Povo


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/tapeja36/public_html/wp-includes/functions.php on line 5420