fbpx

STF arquiva pedidos de investigação sobre offshores de Guedes e Campos Neto

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou dois pedidos enviados à Corte para que fosse solicitada à Procuradoria-Geral da República uma investigação sobre as empresas offshore do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Os pedidos foram feitos pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e pela Associação Brasileira de Economistas pela Democracia e outras entidades. O ministro ainda não analisou uma ação do PDT com a mesma solicitação.

Toffoli argumentou que o Supremo não teria o dever constitucional de, após receber uma notícia-crime, solicitar à PGR a abertura de um inquérito. Em vez disso, sugeriu o contrário aos solicitantes:

“O requerente pode apresentar a noticia crime diretamente à Procuradoria-Geral da República, não cabendo ao Judiciário imiscuir-se na atuação daquele órgão ou substituir o cidadão nesse encaminhamento”, escreveu.

“Cabe exclusivamente ao Procurador-Geral da República o pedido de abertura de inquérito em face de autoridades titulares de foro por prerrogativa de função perante o Supremo Tribunal Federal”, complementou.

Fonte: CNN Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: