fbpx

Ranolfo Vieira Junior oficializa saída do PTB

O vice-governador Ranolfo Vieira Júnior oficializou, nesta terça-feira, sua desfiliação do PTB, ao qual foi filiado por quase oito anos. Ele decidiu deixar a legenda ainda em março depois de ter sido ofendido pelo presidente nacional da sigla, Roberto Jefferson, que hoje está preso por decisão do STF a pedido da Polícia Federal, no inquérito das milicias digitais.

Ranolfo deve se filiar a um novo partido antes do fim do ano e o mais provável que seja no PSDB.  O nome dele surge como potencial a pré-candidato ao governo com o apoio do governador Eduardo Leite, que já disse que não vai concorrer a reeleição.

Quando Roberto Jefferson proferiu ofensas homofóbicas ao governador Eduardo Leite e ameaçou de expulsão Ranolfo, por promoverem medidas de distanciamento social, o vice-governador anunciou que deixaria o PTB. Houve manifestação de apoio dos deputados estaduais e federais, que poderiam seguir o mesmo caminho, o que não se concretizou por conta da janela partidária, que só acontece em abril do próximo ano. É através desta janela que detentores de mandatos parlamentares podem deixar uma sigla e se filiar em outra sem perder o mandato.

Sobre as ofensas, o Justiça condenou o presidente do PTB, em primeira instância, a pagar R$ 300 mil de indenização ao governador Eduardo Leite.

Fonte: Uirapuru

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: