fbpx

SIPAT 2021 no HSA trabalhou o uso correto das plantas medicinais

Cada vez mais o uso de plantas medicinais torna-se um forte aliado a tratamentos de saúde, devido à composição dos princípios ativos capazes de aliviar ou curar enfermidades. Essas plantas carregam o conhecimento e a sabedoria dos ancestrais, porém, é fundamental identificar cada espécie, colher no período certo e utilizar da maneira correta, para usufruirmos dos seus benefícios.Além do uso em chás, as plantas medicinais são princípios ativos para a produção de medicamentos fitoterápicos, cuja ação é determinada através do uso de partes como raízes, folhas, flores e sementes.A extensionista da EMATER de Tapejara, Lisiane Rosa Carra, ministrou, durante o terceiro dia de SIPAT, uma oficina sobre o tema, somando conhecimento e técnica, com base em publicações científicas. A nutricionista do HSA, Paola Canali, comemorou a participação dos colaboradores, nos dois momentos de hoje (15), pois “a fitoterapia desperta curiosidade, já que na grande maioria das casas sempre tem uma ou mais espécies de plantas medicinais e, saber qual a melhor maneira de preparar um chá ou uma infusão, aumenta a absorção de seus princípios ativos”, destacou a profissional.No final, os participantes receberam mudas de Espinheira santa (Maytenus ilicifolia), doadas pela EMATER de Tapejara.A SIPAT 2021 no HSA acontece de 13 a 17 de setembro, em dois horários: às 10h e às 15h, nas dependências do hospital.

Fonte: Comunicação e Marketing do HSA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: